Academia para Gordinhas

Academia costumava ser sinônimo de chatice para o público GG. A humilhação já começava com entalar na catraca na entrada.  Ao seu redor, Puglieses e Estrondas super preocupados em desfilar o melhor em moda fitness e fazer stories. E você ali toda suada, vermelha, de camisetão e não aguentando fazer meia hora de esteira. Dá vontade de desistir antes mesmo de tentar, né, minha filha? Os tempos mudaram. Conheça o Espaço Funcional, um lugar onde as gordinhas são muito bem-vindas!

espaco-funcional-academia-para-obesos

Um grupo de senhorinhas sacudidas mudaram a vida e o destino profissional da então recém-formada professora de Educação Física Monica Pimenta. Ela ministrava aulas para o grupo em meados dos anos 90 e conforme foi evoluindo na carreira e saltando para academias maiores, começou a receber reclamações dessas alunas quanto ao espaço, inclusive sobre acessibilidade e toda aquela vibe fitness.

Apaixonadas pela professora, as alunas então sugeriram à Monica que tivessem uma sala só delas. Ela mergulhou de cabeça na ideia e procurou cursos na área. “Quando eu abri o Espaço Funcional, já tinha as queixas que elas e outros alunos levantaram quanto ao ambiente, música, luminosidade. Estavam buscando um ambiente mais acolhedor. Decidi ir na contramão das academias convencionais.”, conta a professora.

Espaço Funcional

Espaço Funcional

A academia, diferente das grandes redes espalhadas pela cidade, tem a proposta de ser inclusiva. “Sempre gostei de trabalhar com grupos de diferentes, então nosso espaço foi todo projetado para atender estas pessoas. Temos também  aluno deficiente auditivo e nossa instrutora comunica-se através de libras”, explica. Por lá há treinos especiais para terceira idade, gestantes e  gordinhos.

Ah, o grupo de sehorinhas? Está lá até hoje!

Zero Preconceito

Se você é gordinha e já frequentou uma academia sabe que os professores se dividem em duas categorias: os que te abandonam porque não tem a menor fé em você ou os que te encaram como missão de vida. Tipo “vou emagrecer essa gorda nem que seja a última coisa que eu faça”. Evitando esse tipo de bullying, a criadora do espaço investiu pesado numa equipe ultra especializada.

Professor nazi fazendo bullying? Fuja para as colinas!

Professor nazi fazendo bullying? Fuja para as colinas!

O cuidado começa já na hora da contratação: só é escolhido para fazer parte do time, o profissional que gosta de trabalhar com esse público. A professora conta que o diferencial no atendimento mais humano parte da própria filosofia da empresa. “Cada pessoa no Espaço Funcional é única, cada uma tem a sua história. Nós respeitamos isso, estamos aqui para ajudar e não fazer cobranças”. 

Por ter essa orientação tão diferente, o espaço acaba atraindo alunos com o mesmo perfil. O resultado é um ambiente livre de preconceitos. Quem vai lá, não está para fazer selfie de barriguinha de fora, está buscando qualidade de vida.

E aquela dorzinha pós treino? Com seu feedback tudo vai sendo adaptado. “Nosso desafio é mostrar formas prazerosas de fazer atividade física”, diz a professora. O espaço conta com várias modalidade como danças e artes marciais, porém a menina dos olhos  é o treino funcional. Uma prática baseada nos movimentos naturais do ser humano, trabalhando como o corpo todo de forma integrada.

meme-depois-do-treino-fitness-plus-size

Público Plus Size

Na busca de driblar o preconceito, muitos gordinhos optam por contratar um personal trainer para atender em domicílio, especialmente moradores de condomínios providos de espaço fitness. Porém, Monica ressalta que fazer parte de uma comunidade é uma iniciativa na hora de não desistir. Sentir-se inserido em um grupo com os mesmo objetivos e necessidades é uma motivação e tanto.

“Estamos totalmente preparados para conduzir uma pessoa com sobrepeso nessa jornada, inclusive lidando com possíveis comorbidades que esta pessoa carregue como problemas articulares, diabetes, hipertensão”, declara. Ela avisa que os resultados aparecem rapidinho: você vai se sentir mais disposta, flexível e bem-humorada. Perder medidas é consequência e não vem facinho: tem que ter persistência.

academia-plus-size-espaco-funcional-treino

A ansiedade por resultados rápidos é um dos principais motivos para a desistência dos alunos com sobrepeso. Monica explica: “Ninguém fica gordinho da noite para o dia. É preciso que a pessoa tenha paciência e deixe que o programa cumpra seu curso, que haja uma adaptação do organismo. As vezes a pessoa tem um ganho de massa muscular, que é o que irá preparar o corpo para queimar enfim a gordura e ela pode ver até o número na balança aumentar um pouquinho. Isso é transitório e tem que sempre ser bem conversado com o aluno”.

Se animou?

Antes de começar qualquer atividade física é importante que o aluno com sobrepeso receba um aval de um médico. Toda a atividade é planejada de acordo com a capacidade de cada indivíduo. “Para hipertensos, aferimos a pressão quando a pessoa chega e também temos um profissional especializado em diabetes”, conta ela.

Façam como a cantora Lizo e bora treinar!

Lembre-se que a atividade física não vem sozinha, mergulhe num programa que acompanhe nutrição adequada, melhores hábitos, começando

Espaço Funcional

(clique para acessar o site)

Rua Realengo,209 – Alto de Pinheiros – São Paulo SP
Fone: 3021-6769 |  Whatsapp: (11) 9.4241-6823

* Não é publipost. Nós realmente amamos a ideia!

Posts relacionados:

-dicas-de-caminhada-para-gordinhas

destaque-inicial-moda-fitness