10 Dicas de Caminhada para Gordinhas

Gordinho pode ser saudável, inclusive mais que muito magrelo por aí SIM. É fato científico comprovado. Mas, além de estar em dia com seu calendário médico, o mais importante é sair do sedentarismo. Ficar paradinho é muito pior para saúde que comer bobagem, acredite.
Se você fizer 20 minutos de atividade física por dia, suas chances de ter algum acidente cardio-vascular cai pela metade. Mesmo se você for obeso. Um bom estímulo, né?

saude-atividade-fisica-gordinhas-obesidade-modelo-plus-size-criatura-gg
Apesar de saber disso, demorei muitos anos para fazer alguma coisa: não tinha tempo, não tinha vontade, não tinha é paciência! De repente, ficar horas em pé embaixo de sol, caminhar atrás do melhor ângulo e local, agachar: tudo na minha profissão de fotógrafa foi ficando tão difícil que eu vi o nível do meu trabalho decair drasticamente.
E esse foi meu “acorda, menina”. Um domingo botei um tênis e um moletom e fui caminhar num parque bem xexelento que tem aqui perto. Fiz só 20 minutos e tive que tomar um tandrilax até o dia seguinte. Além do peso, eu tava com mais de 150kgs e nem sabia, o pulmão de quem fumou por 20 anos também não é lá aquelas potencias. Ninguém botou fé. Eu já havia tido outras primeiras vezes e tudo era apenas uma fase que passava muito rápido.
Porém, desta vez, acabo de completar um ano de caminhante e me sinto confortável para dividir com vocês algumas informações que eu adoraria ter recebido lá atrás.

Segue meu Top10 com dicas de caminhada para gordinhas!

saude-gordinhas-plus-size-obesidade-dicas-esporte-criaturagg-2
1. Ache sua motivação
Não vá caminhar para perder peso. Vá porque quer ser mais mãe pro seu filho, mais mulher pro seu marido, mais saudável pra si mesma. Você não vai perder peso loucamente e nem precisa. Você já é linda, estamos nessa é com a missão de viver mais. A minha maior motivação foi ter um corpo capaz de acompanhar meu trabalho. E você? Qual vai ser sua meta?

2. Invista no seu Uniforme
Bem burra mesmo eu achei que pudesse caminhar de all star. Fiquei com a sola do pé em carne viva. INVISTA em um tênis com amortecimento. O meu eu comprei no Outlet da Nike no Extra da Anchieta, tá durando até agora e custou só R$160. Minhas comadres recomendaram o Mizzuno que tem preço legal e design bem feminino.
Meia também aprece um treco besta mas pode causar bolhas ou ficar sendo engolida toda hora pelos seus novíssimos tênis. Eu comprei a minha na Decathlon e AMO. Aquelas de promoção tipo leve 3 e pague 2. Algodão sempre.
Para a parte de baixo legging de cotton, nada de tecido sintético: vai rolar assaduras épicas. As minhas são da Kauê, Program e Posthaus. As duas primeiras tem mais qualidade e custam um pouco mais.
Para camiseta eu escolho tecidos que tenham sempre mais algodão e menos fibras sintéticas para facilitar a ventilação. Dryfit pra mim, não rolou. Ah, fazer aqueles buracos nas costas (você vê muita menina assim nos parques) não é estilo: ajuda a resfriar as costas e dá um alívio gigante no calor.
Você vai precisar também de um porta documentos, celular, chaves: eu guardo numa necessaire dentro do sutiã. Como emagreci sobra lugar dentro do bojo e levo tudo lá. Aprendi com a top Caroline Ferreira. Dá certo! Aquelas braçadeiras para mim, foi dinheiro jogado fora. Meu braço tem formato de pernil =\

Julie Creffield, empresária e corredora entre suas companheiras do esquadrão britânico "Too Fat to Run?" (Gorda Demais pra Correr?): inspiração!

Julie Creffield, empresária e corredora entre suas companheiras do esquadrão britânico “Too Fat to Run?” (Gorda Demais pra Correr?): inspiração!

3. Monte uma Trilha Sonora Irresistível
Toda semana eu revejo minha playlist e vou colocando coisas novas, trocando estilos: mantenha seu cérebro empolgado e curioso. A música tem o poder te empurrar ladeira acima, vai por mim. Vou deixar minhas música lá no Spotify, vai ver e me conte as suas!
4. Prefira ao Ar Livre
Tenho um problema na pele e não posso tomar sol, então só posso ir aos parques se tiver nublado ou se for a noite. Eu vou sempre no de São Caetano, é muito seguro ir lá mesmo depois que escurece. Tem viaturas de polícia espalhadas pelo parque, além de grupos de ginástica e de iniciação a corrida. Outro lugar que eu amo para ir durante o dia é o bosque atrás do museu do Ipiranga. Meio chatinho de estacionar, mas tem sombra em 90% do caminho.
Em algumas praças da Grande SP tem aqueles aparelhos de ginástica: USE. Não é coisa de velho (é sim também). Dá muito resultado, sim.
Academia é templo de gente magra e você sempre vai se sentir envergonhada. A galera olha feio MESMO, não é coisa da sua cabeça. Quando eu vou, levo um fone daqueles bem potentes e ouço um heavy metal com cara de brava. Só pra zoar 😀

Lindsey Swift, 26, foi capa de revista especializada em corrida. A jovem ganhou notoriedade na internet com sua carta aberta a um preconceituoso.

Lindsey Swift, 26, foi capa de revista especializada em corrida. A jovem ganhou notoriedade na internet com sua carta aberta a um preconceituoso.

5. Pegue LEVE
Comece fazendo um check up e conversando com seu médico. Fui descobrindo com muita calma o meu limite. Comecei fazendo 20 minutos, 1 vez por semana. Fui aumentando o percurso, o ritmo e principalmente a inclinação da pista. Tudo bem aos pouquinhos, de semana em semana.
Hoje faço 1h30 de aeróbico, 3x por semana, inclusive debaixo de tempestade (é delicioso e fresquinho, parece que você está em um videoclipe). Estou em 6km + bike. Subo escadas todos os dias para ajudar no condicionamento também. Você vai chegar muito além disso! 😉
6. Não Seja Competitivo
É humilhante, sério. Tem velhinha de bengala que me ultrapassa. Tem gente com carrinho de bebê que passa voando. Sempre via ter gente que aparentemente não é de nada, mas, que vai te fazer engolir muita poeira. Vai de boa, no seu cantinho, não desanima. Você tá nessa pra ganhar de você mesma e de ninguém mais. E, cada metro que você conquista é um tempinho a mais de vida pra amar e se divertir aqui conosco.

A blogueira americana Mirna Valerio, que divide suas experiências com o mundo fitness com outras plus.

A blogueira americana Mirna Valerio, que divide suas experiências com o mundo fitness com outras plus.

7. Mantenha Segredo
Tem gente que acha que indo em grupo é melhor, que todo mundo se mantém estimulado. Pode ser para gente magra. Pra mim, nunca funcionou. Todo mundo ia desistindo, eu fugia das amigas do grupo porque queria era comer hambúrguer. Isso quando não íamos comer depois =)
Vai na sua, sozinha. Eu vou com meu namorado, mas ele corre (perdeu 32kgs no mesmo período só com isso) e eu ando. É um momento MEU. Onde eu clareio as ideias, penso em coisas novas, ouço minha playlist poderosa. Não quero ficar falando. Acho que parte do sucesso que tive até agora com isso foi encarar como um ritual muito mais pra minha cabeça do que pro meu corpo.
8. Converse com Outros Gordos Ativos
Minha maior fonte de inspiração foi ver a transformação que a atividade física fez no meu namorado e em amigas próximas. Eu Sabe qual foi a maior diferença neles: o HUMOR! Você fica mais feliz e paciente.

Leah Gilbert, australiana, maratonista e professora fitness.

Leah Gilbert, australiana, maratonista e professora fitness.

9. Prepare-se Para Dor
Se você, como eu, tá aí sedentário por muito tempo… Vai ter dores tipo EM TUDO. Quem faz atividade física sempre vai sentir algum incômodo. Com o tempo você vai aprendendo os seus limites e quando uma dor é mais séria e é melhor dar uma passadinha no médico. Por isso, mega importante ir aos poucos.

10. Negocie com Você Mesmo
Se tem uma coisa que eu aprendi quando parei de fumar (pela terceira e última vez, espero!) é negociar o tempo todo com meu lado diabinha. Os primeiros 20 minutos de qualquer atividade física é o martírio: o seu corpo vai lutar contra você. Sempre. Você vai ter preguiça sempre. Vai ser chato sempre. Porém, passando meia hora, as dores diminuem, o corpo entra no embalo e você consegue levar adiante por mais algum tempo.
Não prometa que vai ser super fitness esse ano. Prometa que HOJE, AGORA você vai fazer. O sempre é algo muito gigante e impossível para ser humano. Porque nós não duramos para sempre, né?

Krista Henderson, em campanha para a marca plus americana Lane Bryant. A canadense ficou famosa no mundo todo por seu desempenho no mundo da corrida.

Krista Henderson, em campanha para a marca plus americana Lane Bryant. A canadense ficou famosa no mundo todo por seu desempenho no mundo da corrida e na luta contra o preconeito.

Dica extra: HIDRATAÇÃO
Eu sou calorenta e transpiro até no inverno quando vou caminhar. Além de apostar em tecidos de algodão, que deixam a pele respirar, tenho muito cuidado com a hidratação. ANTES, durante e depois da atividade física. Não é só água: se você transpira muito, tem que repor os sais minerais também.

Dica extra 2: Tontura na Esteira
Não sei vocês, mas eu fico MUITO tonta quando saio da esteira. As primeiras vezes eu cai ao descer. Tem um bug no meu cérebro! Isso acontece com algumas pessoas, então, antes de descer da bendita, vai diminuindo a velocidade até ficar naquele passinho lesma. Ajuda.

Boa sorte, cuide-se e por favor, vamos falar sobre isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *